Gabinete de Leitura Sorocabano

praça Coronel Fernando Prestes, 21
Sorocaba SP  18010-060

Telefone: 01532320768

Gabinete de Leitura Sorocabano

Em 03 de Novembro de 1866, houve reunião na casa do Sr. Jeremias Wenderick composta de alemães nesta cidade , com a finalidade de obter associados para fundar o Gabinete de Leitura Sorocabano, obtido 31 Associados e depois de discursar, o Sr. Luis Matheus Maylasky, procede a eleição do diretório com o seguinte resultado: Presidente- Luis Matheus Maylasky, Tesoureiro: Sr. Jeremias Wenderick e Escrivão Francisco Berendt e foi nomeado uma comissão de Contas para organizar o Estatuto qual foi aprovado por todos. Nos primórdios daquele ano, o Gabinete de Leitura funcionou em uma modesta casa da rua da Ponte, que se tornou ponto obrigatório das pessoas mais conceituadas da época que ali se congregavam em franca camaradagem, a fim de ler os jornais e tecer considerações em torno dos assuntos do dia

Em 1866, sob a liderança de Maylasky, Jeremias Wenderick e Francisco Berendt, através da reunião realizada na residência do Sr. Wenderick, obteve associados em numero necessário, e então era fundado o Gabinete de Leitura Sorocabano, para oferecer entretenimento e incentivar a sociabilidade. Maylasky se empenha para que os fundadores de origem alemã, se somem brasileiros, e como não há distinção de nacionalidade e nº de associados foram propostos para associados 12 brasileiros, que foram com grande prazer por parte de sócios presente aprovados. A 13 de Janeiro de 1867 a associação torna realidade

Em 1875 com a inauguração da Estrada de Ferro Sorocabana, começou para Sorocaba uma nova era de progresso, fadada a grandes sucessos, as artes industriais então a prosperar, o comercio desenvolveu-se consideravelmente e em decorrência, tornou-se importante a cultura do algodão. Homens ilustres, e atraídos pela amenidade do nosso clima e pela atividade que reinava em todas as artes e ofícios aqui vieram instalar-se a sua tenda de trabalho profícuo. O Gabinete de Leitura Sorocabano sentiu-se influenciado por essa prosperidade vertiginosa. Em conseqüência as palestras eram realizadas, tornaram se mais animadas e o seu quadro de associados aumentou surpreendentemente

Ao cabo de alguns anos, mercê de generosidade de novos associados, observou a diretoria que a pequena coleção de livros doada pelos fundadores tinha crescido sobremodo que o acanhado prédio já não podia comportá-lo, na sua exígua instalações.

2
Em virtude disso, a sede social foi transferida primeiramente para um sobrado na Rua Direita (hoje Dr. Braguinha), mais tarde para um sobrado na Rua da Penha, em cujos baixos situava-se a farmácia Vasconcellos e posteriormente para uma casa no largo da Matriz (hoje Pça.Cel. Fernando Prestes)

Todas essas mudanças eram exigidas pelo desenvolvimento crescente da sociedade.

Em 1883 era adquirido prédio na esquina da praça Cel. Fernando Prestes. Alem de importante em si mesmo, o Gabinete de Leitura dotava para a cidade uma Biblioteca atualíssima, para entretenimento dos associados que na época facilitava o acesso de seus associados á leitura de jornais e revistas de diferentes pontos do Brasil e do mundo, num momento que isso era o requinte extraordinário, O Gabinete cria espaço em que vão florescer, nos anos seguintes, diferentes grupos, clubes e associações voltados para o debate de atualidades culturais e cientifica abrindo o pensamento local, aos ventos que sopravam em outros quadrantes.

Atualmente o Gabinete de Leitura Sorocabano não é mais a modesta sociedade de 1867, e sim uma instituição que ocupa lugar de destaque no cenário progressista do estado e da Nação. O Imperador D.Pedro II em tempos idos honrou o Gabinete de Leitura em diversas visitas, demonstrando vivo interesse pelo seu então desenvolvimento, inclusive, bafejando-o com proteção particular da sua augusta pessoa.

Não cabe nos estritos limites desta ligeira notícia histórica, mencionar os nomes de todos aqueles que direta e indiretamente, esforçaram-se por colocar a referida sociedade no pé em que atualmente ela se encontra:todavia, faz se mister que citemos o nome do Dr. Olivério Pilar, um dos baluartes do sucesso alcançado pelo Gabinete de Leitura e sob cuja direção se realizaram os primeiros principais melhoramentos.

A construção do novo prédio:
Em 1959 era inaugurado o novo prédio do Edifício Gabinete de Leitura Sorocabano, majestoso edifício em sua nova fase, com mobiliário eficazmente adequado às suas finalidades, no seu interior ressaltando o luxuoso salão de conferência, amplo e confortáveis salas para leitura.

Sonhos dos que amam a veneranda instituição de Maylasky, quando teve a presença de altas autoridades civis, militares e eclesiásticas

Reviveu assim o gabinete de leitura . os seus grandes dias do passado, Tal acontecimento prenuncia igualmente outras vitórias da tradicional

3
instituição que Sorocaba admira, tendo como presidente na época da inauguração o saudoso. Dr. Jose Pereira Cardoso.

Acervo do Gabinete de Leitura:
Temos aproximadamente mais de 20.000 livros diversos sendo que os mais antigos datam do século XVIII, edições alemães, francesas, portuguesas de 1789 – 1797 -1798.

Há também uma Bíblia escrita em grego, datada 1865 doada pelo professor Julio Ribeiro em 1872.

Além das assinaturas de jornais como Jornal Folha de São Paulo – Estado de São Paulo, Jornal da Tarde, Agora - Diário de Sorocaba, - Cruzeiro do Sul e Bom Dia, temos encadernado os seguintes jornais: Diário e Sorocaba de 1880 a 1893, depois de 1914 até o atual – Cruzeiro do Sul de 12 de junho de 1903 ( nº 1) até o atual.

Jornais antigos: Folha Popular de 1957 a Dez 1972 – Cruzeiro do Sul sobre a 2ª guerra mundial e outros sobre a revolução de 1932 – Correio de Sorocaba 1924 – Gazeta Jurídica 1872 a 1873 - Gazetas dos Tribunais de 1849 a 1853 – Verdade e Luz São Paulo de 1900 – A Ilustração de 1869 a 1913. O Brasil na Independência 1822 – O Tebyreçá de 1842 – A Província de São Paulo 1875 – Correio Paulista de 1880 - 1885 -1886 -.

O Acervo possui 6 Relatórios da Cia. Estrada de Ferro Sorocabana com datas de 1872 – 1875 – 1876 – 1879 – 1882.

Jornal O Defensor 1852 – O Monitor 1856 – O Paulista Oficial 1836 –

Temos os livros de recorte de Jornais e fotos que pertenceram a Afonso de campos Vergueiro de 1917/1918;

O Livro de Visitantes do gabinete de 20/01/1874 a 13/12/1884 com a assinatura de D. Pedro II de 20/08/1875 mais a comitiva Imperial em 25/01/1878- Visconde de Bom Retiro – Barão de Maceió, Conde de Guaçú, outras personalidades , um livro encadernado com anotações da Guarda Nacional de Cavalaria de 1820 a 1826 – um álbum com 133 cartas plastificadas que datam de 1801 a 1872.

Assim em 13 de Janeiro de 1867, ficou oficialmente fundado o Gabinete de Leitura Sorocabano, que após essa data aceitava associados de qualquer nacionalidade.

4
A História do Gabinete de Leitura, fundado em 13 de Janeiro de 1867 por um puglio de homens arrojados, cuja frente salientava-se o abnegado Luis Matheus Maylasky.

Em 1867 era composta a 1ª diretoria como Presidente: Luiz Matheus Maylask de 1867 a 1873


Umas das casas de cultura mais importantes do Brasil.
Gabinete de Leitura Sorocabano: Praça Cel. Fernando Prestes, 21, Sorocaba; (15) 3232-0768

Mostrar o Mapa

Informações do Local


Fundado: Luiz Matheus Maylasky

Categorias: Educação, Biblioteca

Hours

Seg: 08:00 - 20:00
Ter: 08:00 - 20:00
Qua: 08:00 - 20:00
Qui: 08:00 - 20:00
Sex: 08:00 - 20:00



Informar um Problema

Sorocaba Tweets